Vales para Incubadoras e Aceleradoras

Para investidores Para comunidade Investimento Ecosistema

Os Vales para Incubadoras e Aceleradoras são apoios financeiros, de montantes entre 30.000 € e 150.000€, que procuram criar condições para que as incubadoras e aceleradoras possam investir no desenvolvimento do seu talento e capacidade tecnológica de modo a melhor apoiar as startups incubadas.

A implementação da medida “Vales para Incubadoras e Aceleradoras”, contempla uma dotação total de 20 milhões de euros. O primeiro concurso - agora aberto - contempla 10 milhões de euros. O processo de seleção é efetuado trimestralmente. Ler aqui o aviso.

Candidaturas

Para submeteres a candidatura da incubadora ou aceleradora, segue os seguintes passos:

– Faz o pré-registo da tua entidade no Balcão dos Fundos e submete a informação de todos os campos.
– Regista-te na Plataforma de Acesso Simplificado (PAS), onde as informações da incubadora/aceleradora estarão pré-preenchidas.
– Inicia uma nova candidatura na Plataforma de Acesso Simplificado (PAS).

O formulário de candidaturas estará disponível a partir 13 de fevereiro de 2023.

  • Projetos já existentes ou a criar, visando desenvolver e capacitar serviços de incubação e/ou aceleração nas áreas do empreendedorismo e inovação.

  • Para além dos critérios de elegibilidade dos projetos definidos definido no Regulamento do Sistema de Incentivos «Empresas 4.0», aprovado pelo no nº8 da Portaria n.o 135-A/2022 de 1 de abril, os projetos devem ser promovidos por entidades que desenvolvam ou pretendam desenvolver serviços de incubação e/ou aceleração nas áreas do empreendedorismo e inovação.
  • São entidades elegíveis ou Beneficiários da presente medida as estruturas organizacionais, de qualquer natureza jurídica, enquadradas no Regulamento do Sistema de Incentivos «Empresas 4.0», aprovado pela Portaria n.o 135-A/2022, de 1 de abril, com presença física e que correspondam à designação de “Incubadoras, Aceleradoras ou Estruturas de apoio a startups”.

O apoio aos Beneficiários deve centrar-se em projetos de investimento tais como: apoio a Programas de Ignição ou de Aceleração; apoio à Capacitação; e apoio ao Reforço de RH. Assim:

  • Custos com pessoal técnico diretamente afeto à implementação do projeto;
  • Despesas com acreditação ou certificação tecnológica de recursos humanos;
  • Aquisição de serviços externos especializados para a prossecução dos objetivos do projeto;
  • Aquisição ou aluguer operacional de equipamentos, bem como custos de licenciamento ou de subscrição de software, destinado às atividades a desenvolver no âmbito do projeto;
  • Custos com a proteção/valorização de direitos de propriedade intelectual;
  • Custos indiretos.

São elegíveis as despesas assumidas a partir da data da submissão da candidatura, não podendo o projeto estar iniciado à data de apresentação da mesma.

  • Relevância do projeto face aos objetivos da medida;
  • Capacidade de implementação dos Beneficiários;
  • Impacto do projeto na competitividade dos Beneficiários.

O processo de seleção é efetuado trimestralmente pela Startup Portugal tendo em conta a data de entrada das candidaturas (cut- offs trimestrais). A decisão sobre o financiamento dos projetos é tomada pelo IAPMEI no prazo de 40 dias úteis a contar da data de cada cut-off trimestral. O IAPMEI notifica os candidatos da decisão final no prazo máximo de 5 dias úteis, a contar da data da decisão.

Os projetos têm uma duração máxima de dezoito meses a contar da data de assinatura do Termo de Aceitação. A execução dos projetos deverá iniciar-se no prazo máximo de três meses após a comunicação da decisão de concessão do apoio, tendo de estar concluído no máximo até 30 de setembro de 2025.

Ainda tens questões?

Regista-te no Webinar:

20 de Fevereiro [em português]. Regista-te gratuitamente aqui.

Envia as tuas questões para vales.incubadoras.prr@startupportugal.com